Mulheres de garra: como contribuir com a jornada de quem está enfrentando o Câncer de Mama?

                       

O apoio de amigos e familiares é fundamental para que as mulheres se fortaleçam cada vez mais rumo à cura do Câncer de Mama

Você nunca sabe a força que tem até que a única alternativa é ser forte: esta frase faz mesmo muito sentido para inúmeras mulheres que enfrentam o Câncer de Mama não somente no Brasil, mas em todo o mundo. Como sabemos, este tipo de Câncer é o mais comum entre pacientes do sexo feminino e possui maiores chances de cura quando o diagnóstico é feito precocemente, por meio das visitas ao médico, exames anuais e pela prática do autoexame, do qual já falamos anteriormente. Ele também pode ser prevenido com mudanças de hábitos e um cuidado intenso que dure toda a vida. Quem já recebeu este diagnóstico sabe que a patologia promove mudanças drásticas e rápidas na rotina não somente das mulheres, mas também de familiares, amigos e personagens ao redor. É normal, portanto, que se sinta medo diante de algo imprevisível, desconhecido, que não se entenda muito bem o que está acontecendo – e que cada pessoa, claro, reaja emocionalmente de uma forma, diante de suas próprias possibilidades e peculiaridades. Muitas reagem com confiança, positividade, com a certeza de que se trata de uma fase a ser superada. Que muitos aprendizados e uma grande vitória virão! Entretanto, para outras, a sensação é de tristeza, de que o tempo é curta e de que não há mais nada a fazer quando na verdade há. É nesses casos, especialmente, que todos nós podemos e devemos agir como parceiros e fortalecer uma jornada que tem tudo para ser de superação. É com atitudes mais simples do que imaginamos que podemos transformar este período complicado em sinônimo de leveza, paz e otimismo. Muitas vezes, não é preciso fazer muito além do que estender aquela mão amiga, manter-se firme ao lado e garantir a presença independentemente do contexto. Quão importante seria tudo isso para você neste momento? Pois é. Pensando nisso, hoje compartilharemos algumas dicas muito valiosas para todos que querem apoiar uma mulher que enfrenta o Câncer de Mama de modo a empoderá-la ao ponto de que ela tenha certeza de que pode e irá vencer essa batalha. Você pode fazer muito com bastante simplicidade, sabia? Para começar, uma sugestão básica mas que faz toda a diferença é:

Ouça o que ela tem a dizer

O impacto emocional é um dos fatores preponderantes quando falamos da descoberta de uma doença como o Câncer de Mama. Como já destacamos acima, as reações são as mais diversas – no entanto, uma das melhores formas de lidar com tais impactos é por meio do diálogo. E mais: muitas vezes, por meio do apoio silencioso. Ouvir o que a pessoa tem a dizer já pode fazer um bem enorme para ela. Tendo liberdade para tal, pergunte como ela está se sentindo, questione se ela deseja conversar sobre o assunto ou apenas sugira conversas descontraídas sobre outros temas de interesse. Ouça com atenção, procure não interromper e faça intervenções somente se necessário. Lembre-se de que é ela que deve decidir o que está confortável e qual é o próprio limite, portanto, estimule o diálogo despretensiosamente, levemente. Para muitas pessoas, essa terapia diária é essencial e pode funcionar também entre vocês.

Informe-se ao máximo

Livros, internet, documentários, filmes. Há muita informação sobre o Câncer de Mama espalhada por diversos âmbitos e é muito bom que a cada evolução tecnológica isso se aprimore ainda mais. Para uma paciente com Câncer de Mama, ter familiares e amigos antenados é muito importante, pois informar-se os auxilia a entender melhor todo o processo ao qual ela está passando e até facilitar, por exemplo, a relação entre médicos e paciente no dia a dia. Informar-se é um meio importante de oferecer cuidados ainda mais acurados a esta mulher e de ajudá-la a ter a melhor qualidade de vida possível enquanto enfrenta a doença e caminha rumo à cura. Sempre que puder, busque uma informação de qualidade sobre o tema. Aproveite o Outubro Rosa para se engajar ainda mais nesta causa, procure profissionais e especialistas no assunto e leve, com muito amor, tudo aquilo que você aprendeu à pessoa que, no momento, está precisando desse apoio. Essa dedicação é o que todos nós precisamos em momentos difíceis.

Ofereça apoio no dia a dia

Devemos nos lembrar, também, de que as mulheres que estão enfrentando o Câncer de Mama têm as suas rotinas. Muitas vezes são filhos e netos para cuidar, a casa para ajudar, o mercado para fazer, o trabalho para entregar. Tudo isso demanda muita energia de quem já está passando por um processo confuso e doloroso! O que acha, então, de se oferecer como um meio de soluções práticas diárias a uma paciente? Vale sair para pagar uma conta, acompanhá-la nas consultas, levá-la para passear no shopping, buscar as crianças na escola quando ela precisa. Esta é uma grande forma de garantir leveza à rotina de uma mulher que precisa, no momento, dedicar as suas forças a um outro contexto. Ao ajudá-la dessa forma, você também garantirá que ela se desconecte um pouco da doença e viva muito melhor independentemente do contexto. Ao passar por situações como essa, é certo que damos muito mais valor às pequenas coisas! Experimente começar por essas atitudes tão singelas!

Enfrente a queda de cabelo

Um dos efeitos colaterais mais conhecidos do tratamento do Câncer por meio da chamada quimioterapia é a Alopecia, ou seja, a queda dos cabelos. Por ter ligação direta com a beleza, com a autoestima e bem-estar as mulheres, esta reação promove efeitos psicológicos fortes nas pacientes oncológicas – que pedem que sejam enfrentados com muita cautela e amor. Se você é próximo(a) ou tem intimidade com uma mulher que está enfrentando tudo isso, saiba que há algumas coisas que você pode fazer para tornar a jornada melhor. Que tal se oferecer para escolher alguns lenços com ela? Dar uma caminhada por lojas enquanto faz as compras, conversar de forma leve sobre este efeito e garanti-la de que isso tudo é passageiro? Você também pode sugerir uma solução alternativa como o uso de perucas, por exemplo. Acate o que ela decidir e apoie-a em suas preferências. Oferecendo este apoio você já estará elevando as energias e a força de que essa mulher precisa para superar a fase difícil, que, sem dúvida, passará!

Emane positividade

E por falar nisso, o que acha de espalhar positividade pelos dias dessa paciente? Isso não quer dizer que você deva fortalecer um discurso motivacional diário e falar sobre o que está acontecendo a todo instante, mas que você encontre formas de trazer mais leveza para os ambientes em que essa mulher vive. Incentive quando perceber que ela acordou um pouco para baixo, promova atividades alternativas para distraí-la, prepare surpresas simples como um café da manhã diferenciado, relembre memórias, conte histórias engraçadas e pergunte sobre narrativas dela. Compartilhe alegria e dê-lhe a certeza de que você estará sempre ali para ajudar com sorrisos e disposição, quando ela precisar ou não. Fortaleça seus laços dessa forma tendo a certeza de que ela jamais esquecerá tudo que você fez principalmente neste período. Ser positivo é acreditar que tudo dará certo, que tudo tem o seu tempo para acontecer – e tornar o caminho mais fluido, livre de tristeza, preocupações e ansiedade em demasia.

Para nós, é muito especial poder compartilhar dicas tão importantes com você neste Outubro Rosa. Como é possível perceber, a parceria que temos com as pessoas próximas a nós é indispensável para uma vida alegre e cheia de superação. Esperamos que você utilize todos os pontos com sabedoria e lide melhor com tais situações, pois as nossas mulheres são verdadeiras heroínas e merecem este apoio. O que você achou de tudo que compartilhamos hoje? Você já tem adotado alguma dessas dicas no dia a dia? O que você acrescentaria nessa lista? Conte para nós! Aqui na Giovanna Baby nós queremos seguir participando da sua rotina contribuindo como pudermos nos quesitos saúde, bem-estar, qualidade de vida e beleza. Com o que você precisar! Aproveite esse conteúdo que preparamos e, se precisar falar conosco, lembre-se de que seguimos à sua disposição em diversos canais de atendimento. Escolha o que melhor funcionar para você aqui.

Opnião publica

Comentários

Deixe aqui sua opnião sobre o assunto

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *