Outubro Rosa: conheça a história da campanha e entenda sua importância em todo o mundo 

                       

Outubro Rosa: conheça a história da campanha e  entenda sua importância em todo o mundo 

Desde o fim do século 20, a campanha Outubro Rosa tem ajudado a salvar  muitas vidas ao estimular a prevenção ao Câncer de Mama 

O mês de outubro acaba de chegar e há muitos anos já tem sido bem natural lembrar  da campanha Outubro Rosa ainda no finalzinho de setembro. Isso porque desde os  anos 90 esta mobilização acontece a nível mundial no 10º mês do ano, com o intuito de  conscientizar e alertar toda a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce do  Câncer de Mama – tudo por meio de pequenas e grandes ações e principalmente do compartilhamento de informações capazes de auxiliar na diminuição dos casos fatais  da doença anualmente. A campanha estimula um olhar atento e especial à saúde e luta  por direitos e suporte básico às pessoas que enfrentam o Câncer, seja na rede pública  ou na rede privada de saúde. Também nos lembra quão importante é que nos cuidemos  muito bem todos os dias, oferecendo a atenção que o nosso bem-estar e qualidade de  vida requerem. 

Para isso, o Outubro Rosa adota e incentiva entre empresas e grandes nomes diversas  frentes de ação que envolvem parcerias com órgãos e empresas de naturezas distintas, iluminação de monumentos públicos com a cor da campanha, iniciativas como corridas,  palestras educacionais, mutirões de exames preventivos, arrecadação de fundos para fortalecer instituições voltadas especificamente à prevenção da doença e cuidado de  pacientes oncológicos, shows e outras apresentações culturais em caráter beneficente, capacitação dos profissionais da área da saúde na atuação contra o Câncer, doações  de próteses e perucas para pacientes em tratamento e que já se recuperaram da doença, cuidados intensivos com a saúde mental e autoestima e muito, muito mais.  

Os efeitos são visíveis: de acordo com o Ministério da Saúde, o número de mamografias  realizadas no país aumentou em quase 40% desde que o mito de que o exame gerava  dor intensa afastava as mulheres desse meio tão importante de cuidado e diagnóstico  precoce do Câncer de Mama. Graças à campanha, diversos outros serviços ligados à prevenção, tratamento e diagnóstico também foram implementados ou otimizados, o  que representa uma redução significativa na taxa de mortalidade pela doença. Esses  são avanços contabilizados ano após ano e que mostram como é importante que nos  engajemos e valorizemos o Outubro Rosa. Muita coisa foi feita desde o início!  

Como a campanha surgiu? 

A campanha ganhou força no fim dos anos 90 quando a Fundação Susan G. Komen for  the Cure teve a ideia de lançar a Corrida Pela Cura, reunindo em Nova York inúmeros  sobreviventes do Câncer de Mama. Em 1997, diversas cidades dos EUA começaram a  desenvolver atividades com o objetivo de diagnosticar e prevenir a doença, o que aos  poucos tornou outubro o mês oficial de ações do gênero. No Brasil, a primeira iniciativa  relacionada à campanha aconteceu em São Paulo no dia 02 de outubro de 2002,  quando o Obelisco do Ibirapuera foi iluminado com a cor rosa e iniciou uma verdadeira  onda de adesões ao Outubro Rosa. Diversas instituições e pessoas públicas abraçaram  a causa firmemente até que em 2010 o âmbito governamental se envolvesse ainda mais  e fortalecesse a campanha até que ela atingisse o patamar dos dias atuais. E isso é muito, mas muito importante por uma série de fatores.  

Por que ela é importante?

Infelizmente, o Câncer de Mama ainda é uma doença que mata muitas mulheres ao  redor do mundo todos os anos. De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer),  este tipo de câncer é o segundo mais prevalente entre mulheres e soma quase 30% dos  casos anuais. Ou seja, trata-se, ainda, de uma patologia fatal e bastante recorrente,  uma realidade que pode ser mudada por meio da informação e de iniciativas especiais  como toda a campanha Outubro Rosa. A conscientização ainda é a chave para que as  mulheres desmistifiquem certos pensamentos, visitem seus médicos periodicamente, deixem de lado o medo de exames, mantenham os cuidados com a saúde firmes e em  dia e estimulem suas amigas, irmãs, primas e outras mulheres que convivem a fazerem  o mesmo. Vale lembrar que quanto mais cedo for o diagnóstico, melhor é o prognóstico 

– e muitas vezes a detecção da doença começa em casa, no dia a dia.

O que é o Câncer de Mama? 

O Câncer de Mama se caracteriza pelo surgimento de tumores malignos na região da  mama, formados por um crescimento desordenado de células que gera um ou mais  nódulos indolores. Trata-se do tipo de câncer que mais causa mortes e que mais afeta  as mulheres brasileiras. Há muito medo em torno da patologia, especialmente porque  ela envolve fatores femininos delicados como a imagem pessoal e a percepção geral da  sexualidade, já que atinge diretamente os seios. As causas específicas do Câncer de  Mama ainda são desconhecidas, mas já se sabe que alguns pontos específicos podem  levar ao seu desenvolvimento como histórico familiar, não ter filhos ou ter somente após  os 30 anos, consumo de álcool elevado, excesso de peso etc. Diante disso, recomenda se que a prevenção comece na rotina, com medidas básicas como a prática regular de  atividade física, manutenção do peso corporal, alimentação saudável e visitas ao médico  pelo menos de forma anual para realização de check-ups. O engajamento a campanhas  como o Outubro Rosa também é importante – e isso pode ser feito de formas simples! 

Como contribuir com a campanha? 

Você pode contribuir com e fortalecer o Outubro Rosa de onde estiver, geralmente com atitudes super simples. O que acha, de, por exemplo, começar pelas suas redes sociais? Adicione um laço rosa na sua foto de perfil e faça postagens relacionadas ao tema – compartilhe de páginas oficiais! Essas já são ações muito valiosas para todos. Durante esse mês, você também pode incluir a cor pink no seu visual, com roupas e acessórios produzidos a partir desse tom tão significativo. Ainda é possível chegar mais pertinho da campanha de outras maneiras: você pode visitar e apoiar instituições ligadas ao Câncer de Mama da sua região de forma voluntária e até organizar outras muitas outras iniciativas junto a elas, que fortaleçam todo esse trabalho e permitam que o Outubro Rosa siga alcançando grandes objetivos regionalmente com sua participação. O pouco que fazemos significa muito para mulheres em todo o mundo! Por isso, não deixe de fazer o que estiver ao seu alcance e ajude, mesmo que com pouco. 

Giovanna Baby e o Outubro Rosa 

Ao longo desse mês tão especial de outubro, Giovanna Baby também se engaja na  campanha Outubro Rosa para estimular os seus cuidados diários e todas as medidas  preventivas relacionadas ao Câncer de Mama. Nós queremos que você também  participe dessa iniciativa especial do jeito que puder! Que tal adotar as ideias que  apresentamos hoje? Esse é um ótimo começo. E para ficar por dentro das principais  informações do tema, você encontrará por aqui e em nossas mídias sociais uma série  de materiais informativos que podem e devem ser compartilhados com os amigos e toda  a família com o objetivo de multiplicar esse olhar delicado diante da doença e espalhar  positividade na certeza de que a cura é possível desde que a prevenção seja adotada  e o diagnóstico seja feito de forma precoce. Essa é uma missão que diz respeito a todos  nós! Por isso, participemos com carinho! Sempre valerá muito a pena.

Vale lembrar que aqui na Giovanna Baby nós queremos seguir participando do seu dia  a dia (e do de toda a sua família!) e contribuindo como pudermos nos quesitos saúde,  bem-estar, qualidade de vida, beleza. Por isso, aproveite o conteúdo que preparamos e se precisar falar conosco, saiba que seguimos à sua disposição em diversos canais de  atendimento. Escolha o que melhor funcionar para você aqui.

Opnião publica

Comentários

Deixe aqui sua opnião sobre o assunto

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *